Eu tenho tanta sorte, porque eu fui presenteada com amigas maravilhosas.



Pessoas que cruzaram meu caminho e mudaram a minha história, que me amaram com todos os meus defeitos e valorizaram mais do que nunca todas as minhas qualidades. Eu não tenho amigas, eu tenho anjos disfarçados de melhores amigos, anjos da guarda que vieram aqui fazer da minha jornada a melhor e mais produtiva. Pessoas que enxugaram as minhas lágrimas, mas fizeram de tudo de tudo para não vê-las caírem. Podem ter chegado do nada ou podem ter estado sempre lá, não importa. Amizade é a mesma coisa aqui ou em qualquer outro lugar do mundo e até na lua, amizade ainda é amizade. Que sempre será valorizada, porque não é todo dia que você encontra gente com quem possa dividir seus segredos, compartilhar coisas e acima de tudo: construir história, lembranças que vão durar uma vida inteira. Amigas? Não, irmãs. Porque pra se amar e ser irmã não precisa ter o mesmo sangue, mas sim o mesmo amor e o mesmo respeito.  


De repente quinze

0 comentários:

Postar um comentário