Dele, que eu amo tanto


Mas um minuto longe dele já é o suficiente pra eu me sentir no direito de morrer de saudades... E digo isto através de versos, músicas, poemas e abraços que tiram o ar de tão apertados.


Luciana Mira

0 comentários:

Postar um comentário