Lembra-se das manhãs em que ficavámos apenas sorrindo ao ler as cartas apaixonadas e tão esperadas?


Estavamos tão longe, e o tempo parecia não passar, tua espera me consumia a cada dia...
Naquele momento, essa manhã de dezembro parecia tão distante...
Nossos planos pareciam sonhos impossivéis...
Não via a hora dessa doce entrega acontecer, e ao te abraçar compreendo porque meu coração não desistiu, porque insistia dia após dia, em esperá-lo...
Hoje, podemos fazer aquele caminho que tanto sonhamos...

0 comentários:

Postar um comentário