Eu olhava para as cartas dele...


E meu coração voltava a sangrar, minha pulsação parecia cessar...A saudade dele ainda me sufocava, eu ainda o amava, era fato...Mas, todas as suas palavras ainda ecoavam em minha mente, precisava dessa solidão, desse silêncio...Sentada, eu olhava lá fora...O mundo parecia tão distante de mim, de minha dor...E talvez assim fosse melhor...Eu o esperaria, todos os dias se fosse necessário, se ele me pedisse... 

0 comentários:

Postar um comentário