Em meio a doce brisa do entardecer conversávamos,


planejávamos o futuro que parecia distante...
Seus sonhos me faziam sorrir, sonhar...
Ele era simples, com sonhos simples...
E com uma fé que o levaria longe...
Seria impossível não se apaixonar por ele...

0 comentários:

Postar um comentário