Ela abre sua caixinha de música, e ao ouvir a doce melodia tocar...

Relembra todos os sonhos que deixou pra trás...
Recorda as memórias guardadas a sete chaves...
Aquelas doces lembranças das noites de inverno...
Em que a dança a mantinha viva, outra vez...
Depois do que sucedera, ele partira...

Levou consigo seu coração, e o que restou foram apenas fragmentos de mais uma ilusão... 
Nunca o inverno foi tão frio ou será que era apenas em seu coração?...

0 comentários:

Postar um comentário