A discrição faz bem, e eu gosto.


E eu fujo dessas pessoas que fazem aquelas perguntinhas clássicas sobre minha vida pessoal. Não há nada tão deselegante quanto dar satisfação a fofoqueiros de plantão, e não digo que é deselegante perguntar, porque a inconveniência não os permite entender. Então eu passo longe, e se possível for, até sumo e sigo o meu rumo, que é meu, só meu e dos que são do bem.



luciana

0 comentários:

Postar um comentário