Dentro de mim.


Aqui, dentro de mim, não há de morar o rancor. Nunca dei espaço a ele e não permito nem que ele se aproxime da porta do meu coração mesmo que ele, por algumas vezes, insista tanto em querer entrar. Espaços que aparentemente seriam para guardar o rancor eu preencho com amor e sorrisos, pois esses que me fazem feliz. Não adianta perder tempo com coisas que não vão te levar adiante, pois o rancor além de tornar uma pessoa cheia de amargura, é como um câncer que vai te matando aos poucos. Por isso digo a todos que prefiram o amor e queira o bem, sem olhar a quem. Vale a pena viver assim.

0 comentários:

Postar um comentário