Às vezes os olhos falam em silêncio,

O que os lábios desejam pronunciar...Às vezes o medo paralisa os gestos mais simples e significantes...Pela falta das palavras...Às vezes os sonhos nos levam,A caminhos que os pés não podem ir...Às vezes o corpo transmite,O que a razão não permite...

0 comentários:

Postar um comentário