Uma doce brisa trouxe-me um suave aroma da tarde quente...



Em meio a tantos papéis, houve um que despertou-me um certo interesse, era um pequeno papel, parecia um bilhete...
E ao percorrer os olhos sobre cada linha, havia algo escrito que me chamou à atenção...

"És tão bela quanto a suavidade de uma rosa, e mesmo a observando de longe, sinto como se estivesses aqui, gostaria de ter a chave do coração que carregas no peito"...

Não eram só frases numa folha de papel, eram palavras que tinham o poder de tocar suavemente meu coração, era tão doce sentir que em algum lugar, alguém me observava, admiravava, e sem pedir nada em troca me doava um sentimento tão seu...
Eu precisava encontrar esse alguém, porque de certa forma, suas palavras mexeram com algo que havia guardado dentro de mim, algo que eu nem sabia existir...



DEIXE SEU COMENTÁRIO

0 comentários:

Postar um comentário