Se ele pudesse imaginar quanto dele há em mim, com certeza compreenderia...


Às vezes eu penso: E se eu abrisse meu coração, sei que te 
surpreenderia com as palavras e que até te convenceria 
que o acaso é a força do destino disfarçado.
Se você realmente soubesse...
Eu me pergunto: que desfecho essa história teria?

0 comentários:

Postar um comentário