Eu entro nesse barco, é só me pedir.


Nem precisa de jeito certo, só dizer e eu vou. 
Mas olha, eu só entro nesse barco se você prometer remar também! 
Eu abandono tudo, história, passado, cicatrizes. 
Mas você tem que me prometer que essa viagem 
não vai ser à toa, que vale a pena. 
Que por você vale a pena. Que por nós vale a pena. 
Remar. Re-amar. Amar.

0 comentários:

Postar um comentário