Andei sobre passos longos, quase correndo, sem olhar pra trás,


Porque sabia que se olhasse novamente aqueles olhos azuis, 
onde por tantos vezes me perdi e ao mesmo tempo me encontrei, 
não encontraria mais forças para deixa-lo seguir um novo caminho, 
era minha escolha afinal, não podia impedi-lo, pressiona-lo a 
permanecer ao meu lado, quando em sua mente, tenho certeza, 
estariam outros pensamentos, aquela viagem, 
oh céus, longa viagem seria, longa saudade arderia em meu peito, 
mas não queria me martirizar, olhar nossas fotos nem pensar, 
seria cruel com meu pobre coração...
Ele não merecia, já estava sofrendo por demais, estaria meio vazio, 
meio partido, como que faltando um pedaço, 
mas se aquela nossa história fosse tão real e verdadeira 
como eu acredito ser, ela subsistiria a distância...
Eu o esperaria, na esperança que a recíproca fosse a mesma...

0 comentários:

Postar um comentário